ela Responde

Você sabe como manter o pH vaginal saudável?

A atividade sexual com mais de um parceiro, sem o uso de preservativo, favorece a alteração no pH e aumenta o risco de infecção vaginal.

Para evitar as alterações de pH que produzem coceiras e até corrimentos vaginais e, principalmente, impedir que eles se tornem crônicos, é importante ter certos cuidados com a vulva e a vagina, começando pelo uso do preservativo feminino ou masculino. Quem tem relações com mais de um parceiro deve ser rigoroso sobre o uso da camisinha, uma vez que a composição do sêmen é alcalina e a variação de parceiros e de sêmen com índices de alcalinidade distintos pode alterar o pH local e o equilíbrio da microbiota vaginal. A atividade sexual com múltiplos parceiros, sem o uso de preservativo, é fator de risco de infecção vaginal, especialmente de vaginose, a infecção que produz odor semelhante ao cheiro de peixe.

 

Confira, a seguir, as recomendações da Febrasgo sobre o que evitar e preferir no dia-a-dia:

O que evitar

Usar perfume ou talco ou sabonete perfumado;
Usar absorvente sem estar menstruada;
Vestir calças apertadas que abafam a região da vulva: elas impedem a ventilação aumentando a umidade na região;
Usar duchas higiênicas para lavagens vaginais que não foram indicadas pelo ginecologista.

 

O que preferir

Calcinha de algodão no dia-a-dia, de preferência inteira de algodão e não só o fundo confeccionado desse tecido e o restante da peça em material sintético;
Não usar calcinha para dormir;
Fazer banhos de assento com chá de camomila (sem açúcar naturalmente) quando sentir irritação. A camomila é um ótimo anti-inflamatório natural;
Trocar de roupa quando estiver úmida ou mesmo molhada;
Usar camisinha (feminina ou masculina) na relação sexual;
Arejar e ventilar o máximo a região, sempre que possível;
Secar cuidadosamente a vulva após o banho;
Sempre secar a vulva quando for ao banheiro passando o papel higiênico da frente, para trás em seguida, para evitar a contaminação local com microrganismo da região anal;
Sempre usar preservativo no sexo anal;
Para fazer sexo vaginal em seguida ao sexo anal o parceiro deve lavar com sabonete os genitais.

 

O pH e os sintomas do desequilíbrio da microbiota vaginal

Os lactobacilos que povoam a vagina são responsáveis pela transformação do glicogênio (reserva de glicose das células) em ácido lático. É este último que mantém a acidez vaginal em torno de 3,8 e 4,2, impedindo a proliferação de microrganismos patogênicos na região.

 


Índice do pH com a aparência das secreções que podem aparecer

DIAGNÓSTICO

NORMAL

CANDIDA

VAGINOSE

TRICHOMONAS

PH Vaginal

3.8 – 4.2

Menos de 4.5 (ácido)

Mais de 4.5 (alcalino)

Mais de 4.5 (alcalino)

Aparência do
corrimento

Secreção branca
/ transparente

Branca com aparência
de coalhada

Pode ser branca, transparente,
da cor do leite ou cinza clara

Amarelo ou esverdeado,
com aspecto espumado

Odor

Nenhum

Nenhum

Cheiro de peixe

Cheiro de peixe

 

 


Jornalista responsável:
Silvia Campolin