O mercado de investimentos também é para elas

por Feito para Ela
Cresce o número de mulheres que se tornam investidoras no Brasil, inclusive na Bolsa de Valores; entenda aqui o que você precisa saber para começar

O mercado de investimentos ainda é dominado pelos homens, mas esse comportamento já começou a mudar, inclusive entre os ativos considerados de maior risco. É o caso da Bolsa de Valores, por exemplo, em que 29% dos investidores em 2021 eram mulheres – número recorde da série histórica. Algumas são mais ousadas e já se arriscam com sucesso inclusive no universo das criptomoedas. De acordo com o “Relatório Global sobre Mulheres e Criptomoedas”, o público feminino representa de 15% a 55% dos usuários de criptografia, dependendo do país, mas na maior parte das vezes essa parcela ainda representa uma minoria.

A mentora financeira Silvia Machado tem uma explicação para isso: “mais de 50% das famílias brasileiras são geridas por mulheres, por uma série de motivos. Quando você pega pesquisas de endividados, as mulheres são as que menos têm dívidas, ou têm dívidas com valores mais baixos. Portanto, por natureza, elas têm um perfil de arriscar menos, porque priorizam a manutenção das finanças da família.”

Quando elas se arriscam, porém, tendem a ter bons resultados. Por isso mesmo, cada vez mais mulheres estão se ocupando em aprender sobre finanças, equilibrar as contas, o orçamento familiar e, assim, separar um percentual para investir. E Silvia garante: não são necessários altos valores para começar. “Com R$ 30 já dá para iniciar, então não tem mais desculpas para não ser um investidor.”

A especialista recomenda três passos fundamentais para a mulher que quer ingressar no mercado de investimentos:

  • Primeiro passo: comece compreendendo as diferenças, as vantagens e as desvantagens dos bancos tradicionais, bancos digitais e corretoras. A indicação é pesquisar na internet primeiro, em sites e perfis confiáveis, e também se informar com representantes dessas instituições financeiras, que podem tirar todas as suas dúvidas.
  • Segundo passo: monte um fundo de reserva, aquele que você pode usar a qualquer momento nos próximos 12 meses. Esses são, geralmente, investimentos de baixo risco, com liquidez imediata, a chamada renda fixa. Alguns exemplos são:
    • Títulos do Tesouro Direto;
    • CDB (Certificados de Depósito Bancário);
    • LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio);
    • CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários) e CRA (Certificado de Recebíveis do Agronegócio);
    • LC (Letra de Crédito);
    • Debêntures.
  • Terceiro passo: garantida a sua reserva, é hora de diversificar a carteira. É importante defini-la de acordo com a sua realidade financeira, entendendo quanto você pode disponibilizar para investir e os riscos que está disposta a correr. Uma forma de montar essa carteira é determinar os prazos para a realização dos seus projetos. Aqueles que são de curto prazo, ou seja, até 2 anos, devem ter investimentos colocados em ativos de baixo risco, como os já citados acima. Para os de médio prazo, ou seja, de 2 a 8 anos, já dá para aumentar um pouco o risco da carteira e ampliar a quantidade de investimentos possíveis. Para os de longo prazo, começam aqueles investimentos mais voláteis, a chamada renda variável, entre eles:
    • Ações;
    • Fundos imobiliários;
    • Câmbio e moedas;
    • ETFs;

Independentemente do seu perfil e de onde você irá colocar seu dinheiro, uma coisa é certa: investir pode ser um bom caminho para realizar seus sonhos e da sua família de forma mais simples e rápida. 

Fontes:

https://valorinveste.globo.com/mercados/cripto/noticia/2021/06/25/mulheres-driblam-machismo-e-usam-criptoativos-para-conquistar-independencia-financeira.ghtml

https://www.tecmundo.com.br/mercado/236139-investimento-tipos-comecar-investir-dinheiro.htm

Número de mulheres na bolsa de valores atinge recorde, mas ainda é baixo

Veja Também

Deixe um Comentário

Inscreva-se para receber os conteúdos mais importantes sobre saúde da mulher, bem-estar, empreendedorismo, carreira e muito mais!